Home  /  Paraty  /  História

História

Paraty… história, cultura e natureza

Originada no século XVII,  Paraty se desenvolveu marcada pelos ciclos econômicos  do ouro trazido das Minas Gerais que percorria o famoso Caminho do Ouro,   da cana-de-açúcar, sendo construídos mais de 100 engenhos para produção de açúcar e aguardente e ciclo do café, no início do século XIX. Atualmente Paraty possui um grande apelo turístico em função das suas belezas cênicas e naturais. Tombada pelo IPHAN como Patrimônio Histórico Nacional, tem mais de 80% de seu território protegido por Unidades de Conservação: *Área de Proteção Ambiental do Cairuçu, *Estação Ecológica dos Tamoios, *Parque Nacional da Serra da Bocaina, *Área de Proteção Ambiental Municipal da Baía de Paraty, Paraty – Mirim e Saco do Mamanguá, *Reserva Estadual Ecológica da Juatinga.

Com o declínio do ciclo do café e a abolição da escravatura, a cidade manter-se em estado de preservação até a década de 70,   quanto iniciou a abertura da rodovia BR 101, Rio-Santos. Dona de um vasto Calendário Turístico e Cultural, hoje sua economia é baseada no turismo atraído por:

– suas Belezas Naturais dotadas das mais belas montanhas, incontáveis cachoeiras , mais de 300  praias, 65 ilhas de biodiversidade exuberante cuja fauna é composta por 134 espécies de peixes, 115 moluscos, 345 aves, 13 mamíferos aquáticos, 74 mamíferos terrestres,  61 espécies de répteis e anfíbios até então catalogados. Sem falar nas incontáveis espécies vegetais da Mata Atlântica que perfazem 80% de seu território (Paraty Convention & Visitors Bureau).

– sua Diversidade Cultural  composta por comunidades caiçaras, indígenas e quilombolas, festas religiosas refletidos em um vasto calendário de eventos turístico cultural;

– sua História e Arquitetura com seu casario colonial e seus símbolos maçônicos, antigas fazenda, o forte defensor perpétuo, calçamento das ruas, praças, igrejas, capelas entre outros.